Tecnologia

Difusão tecnológica, futuro e suas dependências

Muita gente se pergunta para onde a tecnologia caminha. Antigos questionamentos de futuros, onde a tecnologia se tornava tão invasiva na vida do ser humano a ponto de a pessoa sentir a necessidade de compartilhar sua privacidade mais sigilosa, já são realidades hoje. A tecnologia encontra-se no centro de algumas dúvidas sobre o futuro da humanidade, mostrando assim um dos principais questionamentos sobre o assunto: como o ser humano fará para se integrar cada vez mais com a tecnologia diariamente sem que seja necessário sacrificar, as vezes totalmente, a privacidade pessoal?

Nas diversas redes sociais são vistos inúmeros casos de vloggers, casters e afins cheios de opiniões superficiais sobre assuntos que eles conhecem pouco ou até mesmo desconhecem por completo. Vivemos num mundo onde a geladeira já nos mostra, antes mesmo de perguntarmos, se você precisa de mais leite ou não, ao módico custo de manter um dispositivo conectado a internet 24h por dia.

Hoje vemos itens como insônia, ansiedade e depressão que estão, em alguns casos, diretamente atrelados a constante superexposição à tecnologia. A mesma tecnologia que ajuda a melhorar a vida de milhares de pessoas pode ser também motivo de problemas de saúde e de relacionamento. Há pelo menos quatro ou cinco anos, especialistas já lidam com transtornos mentais que a própria dependência de tecnologia gera em algumas pessoas.

E por fim não há como deixar de citar a influência de celebridades virtuais na vida frequente das pessoas. Quase como se algumas pessoas estivessem começando a substituir a televisão convencional pelas mídias online, não que isso seja uma coisa ruim, mas é preciso uma melhor escolha dos conteúdos que são acompanhados pois, os próprios conteúdos em si, geram uma exposição muito grande nas casas das pessoas.

Isso tudo é basicamente para deixar a mensagem de: A internet é uma ótima ferramenta, mas é preciso saber usar. Caso você não saiba utilizar adequadamente, você sempre estará sujeito a se expor a conteúdos fracos ou irrelevantes a ponto de não acrescentar nada de positivo na sua vida pessoal. Lembrem-se sempre de verificar fontes de matérias “ligeiramente estranhas”, verifiquem a veracidade da informação sempre, antes de serem utilizados como “público-alvo” de certos tipos de informações que muitas vezes não acrescentam muita coisa boa na vida. Se liguem galera 😀

Withiney Melo

Analista de Segurança da Informação. Graduado em Desenvolvimento de Jogos Digitais e especializado em network security para redes de alta performance/disponibilidade. Nerd, geek, campuseiro, minerador de cripto moedas e viciado em games PC/consoles sem distinção desde que o jogo seja bom e tenha uma boa história a ser contada. Amante da cultura japonesa e nas horas livres sempre tenho um tempinho para o Overwatch.

http://facebook.com/withiney.melo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *